domingo, 24 de outubro de 2010

Como se fosse um tiro...


[... quando o amor é um lugar estranho]





(...noites, estrelas, luas, tu...)


2 comentários:

RAA disse...

Muito bom.
Por falar no Lynch, este ano o ciclo é para o Polanski.

Ana Paula Sena disse...

É verdade, Ricardo. Vou tentar acompanhar o mais possível - a programação promete um excelente festival. Do Polanski, há muitos que quero ver.